44 3252-1177

contato@oregionaljornal.com.br

Municípios com menos de 50 mil habitantes abrem oportunidades em negócios!:

Os municípios com até 50 mil habitantes terão que concluir o levantamento patrimonial dos seus bens até 1 de janeiro de 2021. Para as cidades com mais de 50 mil habitantes, o prazo final é 1 de janeiro de 2020. A exigência consta do Artigo 13 da Portaria nº 634 (Secretaria do Tesouro Nacional).



A AMP (Associação dos Municípios do Paraná) chama a atenção para o problema porque, mesmo sabendo que têm prazo para fazer o levantamento, muitos prefeitos ainda não iniciaram o trabalho. Calcula-se que cerca de 70% dos 399 municípios do Estado ainda não fizeram o levantamento.



Segundo a Lei 4.320/64, o levantamento compreende todos os bens com durabilidade superior a dois anos: mobiliário, veículos, máquinas, implementos e ferramentas; imóveis; de domínio público (ruas, avenidas, praças, parques, estradas rurais, pontes, bueiros e iluminação pública); e demais bens que integrem ao patrimônio de cada município.



O levantamento patrimonial é um mecanismo de gestão do controle dos bens públicos. Objetiva a maior eficácia possível tanto na utilização dos bens (remanejamento de bens ociosos, por exemplo) quanto na sua anulação/extinção. O controle rígido dos bens públicos previne e dificulta o extravio ou furto do patrimônio das prefeituras e, ainda, facilita a identificação dos responsáveis por eventuais prejuízos causados aos municípios.



Inventário deve ser feito por especialistas



De acordo com o princípio da segregação de funções de execução e de controle, conforme jurisprudência do Tribunal de Contas da União, o inventário de bens deve ser feito por pessoas estranhas à gestão de patrimônio. Por isso, é aconselhável que seja conduzido por especialistas de fora do órgão a ser inventariado.



Não há nenhum impedimento quanto à terceirização dos serviços de levantamento patrimonial de bens públicos permanentes, conforme os Acórdãos do Tribunal de Contas Números 1.351/2003, 2.310/2007, 2.366/2007, e 1.836/2008.



Ocorre que o serviço demanda conhecimento e propriedade técnica específicos, dos quais os servidores municipais geralmente não possuem, seja porque não faz parte das atribuições funcionais para as quais foram contratados, seja pelo acúmulo de serviços ao qual são acometidos, ou pela própria carência técnica para tanto.



Desta forma, o ideal é a contratação de empresa terceirizada com a devida capacidade técnica para a realização do inventário anual de bens públicos.



Os prefeitos que não cumprirem esta exigência estão sujeitos às sanções tanto do Tribunal de Contas do Estado quanto da justiça comum, a partir de ações ajuizadas pelo Ministério Público, como por exemplo ações de improbidade administrativa. Fonte: Assessoria de Comunicação da AMP.



Fonte: Jornal O Regional
Mais Notícias:
  • 26/05/2020 - Confeitaria faz doação para aliviar a rotina dos p...
  • 26/05/2020 - O Novo Parque das Grevíleas e o valor da Beleza ...
  • 26/05/2020 - Amusep articula ativação de 10 leitos de UTI no H...
  • 26/05/2020 - Ser Excelente nunca foi tão importante quanto agor...
  • 26/05/2020 - Jardim Botânico começa a tomar forma
  • 26/05/2020 - Guardiões de sementes ajudam na biodiversidade e ...
  • 26/05/2020 - Cruzeiro do Sul, uma ilha produtiva no noroeste do...
  • 19/05/2020 - Desinfecção e Higienização em combate à Covid-19 r...
  • 19/05/2020 - Quem deve sair de licença 90 dias antes das Eleiçõ...
  • 19/05/2020 - Pandemia e Crise Econômica: apontamentos de uma pe...
  • 19/05/2020 - A gravidez e os cuidados com o recém-nascido duran...
  • 19/05/2020 - ‘Live’ da cantora Val de Inajá arrecadou 800 KG de...
  • 19/05/2020 - Itaguajé inicia entrega do Cartão COMIDA BOA
  • 19/05/2020 - Máscara de proteção individual foi entregue na cid...
  • 19/05/2020 - Caçambas para coleta de entulhos chegam a Itaguajé
  • 19/05/2020 - Em Santo Inácio, prefeitura adquire totens de disp...
  • 19/05/2020 - A Secretaria de Assistência Social do Município de...
  • 12/05/2020 - Secretaria de Educação entregará atividades impres...
  • 12/05/2020 - Santo Inácio recebe R$ 500 mil para a saúde por i...
  • 12/05/2020 - Imprensa de Paranavaí e Região de luto Morre o Jor...
  • 12/05/2020 - Os perigos da política como esperança: violência ...
  • 12/05/2020 - Teremos Eleições! CALENDÁRIO ELEITORAL segue sem ...
  • 12/05/2020 - Sanepar faz desinfecção no entorno de unidades de ...
  • 12/05/2020 - Seis instituições de saúde foram beneficiadas com...
  • 12/05/2020 - Mães deste sábado e domingo receberam homenagem n...
  • 12/05/2020 - Suinocultura é destaque no município de Ângulo
  • 12/05/2020 - Detran-PR adia vencimento da CNH por tempo indeter...
  • 12/05/2020 - Emenda federal viabiliza rolo compactador a Mandag...
  • 12/05/2020 - Quebra do interstício para promoção de Cabos e Sar...
  • 05/05/2020 - Revitalização do Matadouro Público Municipal entr...
  • Endereço Rua Lord Lovat, 500 - Centro Nova Esperança-PR | CEP: 87600-000 Fone: (44) 3252-1177
    Desenvolvimento Hnet Sistemas