44 3252-1177

contato@oregionaljornal.com.br

Usina Hidrelétrica Colíder entra em operação comercial:

A Copel iniciou a operação comercial da primeira unidade geradora de energia da Usina Hidrelétrica Colíder. O empreendimento, que recebeu R$ 2,3 bilhões em investimentos, já tem, portanto, autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para injetar energia no Sistema Interligado Nacional (SIN). A hidrelétrica, situada no Rio Teles Pires, na região norte de Mato Grosso, tem potência instalada de 300 megawatts, dividida em três unidades geradoras.



O presidente da Copel, Daniel Pimentel Slaviero, ressalta que a entrada em operação da UHE Colíder representa um marco na história da Companhia. Ele destacou que este é mais um passo para o fechamento de um ciclo de robustos investimentos em geração de energia limpa e leva a Copel a um novo patamar de capacidade instalada.



“É uma satisfação muito grande iniciar a operação dessa usina, que logo terá reflexos positivos no balanço financeiro da empresa”, acrescenta Slaviero. “Além disso, Colíder tem uma importância significativa no cenário nacional, já que o Brasil depende das hidrelétricas para garantir a operação adequada do sistema interligado”, afirma o presidente da Copel.



Com a Colíder, mais a UHE Baixo Iguaçu (PR) e o Complexo Eólico Cutia (RN) – a ambos próximos a entrar em operação –, a Copel estima um aumento anual de cerca de R$ 450 milhões na receita operacional.



UNIDADES GERADORAS - A Usina Colíder conta com mais duas unidades geradoras que estão em fase final de montagem e testes. No total, a hidrelétrica terá potência instalada de 300 megawatts, capacidade suficiente para atender até um milhão de habitantes. Para conectar a usina ao SIN, a Copel também construiu uma linha de transmissão com 64 quilômetros de extensão até a subestação da Rede Básica localizada no município de Cláudia (MT).



O diretor de Geração e Transmissão da Copel, Moacir Carlos Bertol, ressalta a importância da chegada à reta final dessa obra. “É uma conquista relevante para a equipe, que está focada e trabalhando de forma muito organizada para que as outras duas unidades geradoras entrem em operação comercial até o mês de maio. É mais uma fonte de energia limpa e renovável que contribui para a segurança energética do país”, diz Bertol.



COMPENSAÇÃO - A casa de força da Usina Colíder está localizada em Nova Canaã do Norte, mas o reservatório da hidrelétrica abrange, também, os municípios de Itaúba, Colíder e Cláudia. A instalação da usina e da linha de transmissão rendeu aos cofres municipais mais de R$ 30 milhões referentes ao Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN). No pico da obra, cerca de 2,7 mil pessoas trabalhavam no canteiro, movimentando a economia local.



Com o início da operação comercial, os quatro municípios que tiveram áreas alagadas e o Estado de Mato Grosso passam a receber uma compensação financeira pela utilização de recursos hídricos para geração de energia. Todos os meses, a Copel destinará 7% do valor da energia gerada para pagamento desse benefício, dividido entre os municípios, Estado e União, de acordo com regras previstas na legislação.



A Copel concluiu, ainda, um programa específico de apoio aos municípios para viabilizar a doação de bens e construção de instalações e equipamentos públicos definidos em parceria com as prefeituras, que também receberam repasses diretos: Colíder recebeu R$ 3,2 milhões; Itaúba, R$ 1 milhão; e Nova Canaã do Norte, R$ 1,7 milhão.



A Usina Colíder também financiou a elaboração dos primeiros Planos Diretores de Nova Canaã do Norte, Itaúba e Cláudia, além da revisão do Plano de Colíder, contribuindo com o planejamento e desenvolvimento sustentável da região.



Fonte: Jornal O Regional
Mais Notícias:
  • 26/05/2020 - Confeitaria faz doação para aliviar a rotina dos p...
  • 26/05/2020 - O Novo Parque das Grevíleas e o valor da Beleza ...
  • 26/05/2020 - Amusep articula ativação de 10 leitos de UTI no H...
  • 26/05/2020 - Ser Excelente nunca foi tão importante quanto agor...
  • 26/05/2020 - Jardim Botânico começa a tomar forma
  • 26/05/2020 - Guardiões de sementes ajudam na biodiversidade e ...
  • 26/05/2020 - Cruzeiro do Sul, uma ilha produtiva no noroeste do...
  • 19/05/2020 - Desinfecção e Higienização em combate à Covid-19 r...
  • 19/05/2020 - Quem deve sair de licença 90 dias antes das Eleiçõ...
  • 19/05/2020 - Pandemia e Crise Econômica: apontamentos de uma pe...
  • 19/05/2020 - A gravidez e os cuidados com o recém-nascido duran...
  • 19/05/2020 - ‘Live’ da cantora Val de Inajá arrecadou 800 KG de...
  • 19/05/2020 - Itaguajé inicia entrega do Cartão COMIDA BOA
  • 19/05/2020 - Máscara de proteção individual foi entregue na cid...
  • 19/05/2020 - Caçambas para coleta de entulhos chegam a Itaguajé
  • 19/05/2020 - Em Santo Inácio, prefeitura adquire totens de disp...
  • 19/05/2020 - A Secretaria de Assistência Social do Município de...
  • 12/05/2020 - Secretaria de Educação entregará atividades impres...
  • 12/05/2020 - Santo Inácio recebe R$ 500 mil para a saúde por i...
  • 12/05/2020 - Imprensa de Paranavaí e Região de luto Morre o Jor...
  • 12/05/2020 - Os perigos da política como esperança: violência ...
  • 12/05/2020 - Teremos Eleições! CALENDÁRIO ELEITORAL segue sem ...
  • 12/05/2020 - Sanepar faz desinfecção no entorno de unidades de ...
  • 12/05/2020 - Seis instituições de saúde foram beneficiadas com...
  • 12/05/2020 - Mães deste sábado e domingo receberam homenagem n...
  • 12/05/2020 - Suinocultura é destaque no município de Ângulo
  • 12/05/2020 - Detran-PR adia vencimento da CNH por tempo indeter...
  • 12/05/2020 - Emenda federal viabiliza rolo compactador a Mandag...
  • 12/05/2020 - Quebra do interstício para promoção de Cabos e Sar...
  • 05/05/2020 - Revitalização do Matadouro Público Municipal entr...
  • Endereço Rua Lord Lovat, 500 - Centro Nova Esperança-PR | CEP: 87600-000 Fone: (44) 3252-1177
    Desenvolvimento Hnet Sistemas