44 3252-1177

contato@oregionaljornal.com.br

Itaipu reitera a segurança da sua barragem:


Há grandes diferenças entre barragens de hidrelétricas, como a de Itaipu, e de rejeitos, como a de Brumadinho.



Barragem de rejeitos é uma estrutura de terra construída para armazenar resíduos de mineração, formando um reservatório com substâncias sólidas e água, sob a forma de lama, resultantes de processos de beneficiamento de minérios. O armazenamento desses rejeitos é necessário para evitar danos ambientais. É construída a partir de um dique formado por materiais argilosos ou rochas compactadas, com alteamentos (elevações) feitos para aumentar a capacidade de armazenamento.



Barragem de hidrelétrica tem por finalidade represar e estocar água, matéria-prima para a produção de energia, e obter o desnível necessário para girar as turbinas das unidades geradoras. A de Itaipu é feita de concreto, enrocamento (rochas) e terra.



Tem extensão de 7.919 metros e altura máxima de 196 metros, o equivalente a um prédio de 65 andares. Consumiu 12,3 milhões de metros cúbicos de concreto. A quantidade de ferro e aço utilizados permitiria a construção de 380 Torres Eiffel.



A segurança de barragem na Itaipu



As dimensões superlativas e a importância estratégica para Brasil e Paraguai da usina de 14 mil MW de potência instalada fizeram com que a segurança de barragem fosse uma das prioridades na Itaipu, desde a fase de projeto até a conclusão e manutenção da megaobra. O monitoramento da segurança da barragem começou antes mesmo de a primeira unidade geradora da usina ser instalada e continua sendo altamente relevante – não apenas para manter e alongar a vida útil do empreendimento, mas sobretudo para proteger a vida e o patrimônio nas proximidades da hidrelétrica.



O trabalho mobiliza diversos setores da Diretoria Técnica de Itaipu, principalmente das superintendências de Obras e Engenharia. São técnicos e engenheiros integralmente dedicados à segurança da barragem. Eles inspecionam visualmente a estrutura, conferem possíveis oscilações, analisam tecnicamente os dados apurados em campo, providenciam reparos, quando necessário, e executam as determinações do Board de Consultores Civis – entre várias outras atividades.



Quase 3 mil instrumentos espalhados por toda a estrutura – alguns eletrônicos e monitorados em tempo real – fazem da Itaipu uma das usinas mais bem equipadas do planeta para a segurança de barragem. Apesar das diferentes formas, tamanhos e fins, os instrumentos convergem no objetivo final: fornecer informações para diagnosticar o comportamento da barragem diante da ação do tempo e da enorme quantidade de água que ela tem de suportar.



Durante e após a construção da hidrelétrica, o aprofundamento dos estudos motivou o surgimento de estruturas auxiliares de grande contribuição para a binacional, como o Laboratório de Tecnologia do Concreto de Itaipu (LTCI), instalado na usina, e o Centro de Estudos Avançados em Segurança de Barragens (Ceasb), no Parque Tecnológico Itaipu (PTI). Ambos colaboram para as atividades de segurança de barragem na Itaipu e também levam à sociedade, especialmente à comunidade acadêmica, o conhecimento adquirido em quase quatro décadas de cuidados constantes com a estrutura da hidrelétrica.



Engenheiros de vários países vêm à Itaipu conhecer de perto esse trabalho, que hoje é reconhecido internacionalmente e tornou a Itaipu Binacional referência também em segurança de barragem. Entre eles, os chineses da usina de Três Gargantas, a hidrelétrica de maior potência instalada no mundo.



Reconhecendo a importância da segurança de barragem, a Itaipu continuará investindo constantemente em capacitação e equipamentos para manter sua estrutura plenamente segura e a população, tranquila.



Fonte: Jornal O Regional
Mais Notícias:
  • 19/02/2019 - Instalado o CEJUSC no Fórum da Comarca de Colorad...
  • 19/02/2019 - Alunos do CMEI recebem uniformes e kit escolar
  • 19/02/2019 - Campeonato de férias do Futsal em Floraí
  • 19/02/2019 - Paraná propõe a São Paulo convênio inédito para se...
  • 19/02/2019 - Deputado Estadual Soldado Adriano visita município...
  • 19/02/2019 - Flávio Arns apresenta projeto que muda regra do sa...
  • 19/02/2019 - Hemocentro Regional de Maringá realiza coleta de s...
  • 12/02/2019 - Homenagem póstuma a Camilo Bianchini Cossitto
  • 12/02/2019 - Educação de Qualidade ao Alcance de todos
  • 12/02/2019 - Jardim em frente ao Paço Municipal de Cruzeiro do ...
  • 12/02/2019 - Indústria busca matéria-prima e eleva preço da man...
  • 12/02/2019 - Semana pedagógica dá ‘pontapé’ inicial ao ano leti...
  • 12/02/2019 - FAEP E Emater discutem parcerias
  • 12/02/2019 - Senador Oriovisto Guimarães em resposta à nota da ...
  • 12/02/2019 - Flávio Arns cumpre agenda em Paiçandu e Maringá
  • 12/02/2019 - Eventos de ponta acontecidos nestes dias 9 e 10 de...
  • 05/02/2019 - Prejuízo aos produtores de Soja deve girar em tor...
  • 05/02/2019 - Mandaguaçu recebe viatura para ROTAM
  • 05/02/2019 - Arilson Chiorato toma posse como Deputado Estadual...
  • 05/02/2019 - Bilac De Monique, o grande campeão do torneio do D...
  • 05/02/2019 - Casal vive em prol do Hospital do Câncer de Barret...
  • 05/02/2019 - Sarandi realiza 38º Festival Regional da Folia d...
  • 05/02/2019 - Santo Inácio promove uma Nova Fase de Desenvolvi...
  • 05/02/2019 - Porto São José, Distrito de São Pedro do Paraná de...
  • 29/01/2019 - Simepar vai avaliar a situação de 461 barragens e...
  • 29/01/2019 - Mandaguaçu recebe R$ 1,8 milhão em recapeamento ...
  • 29/01/2019 - Paraná recebe Abertura Nacional da Colheita Soja ...
  • 29/01/2019 - Prefeito de Colorado Marcos Mello, fala dos invest...
  • 29/01/2019 - Campeonato de férias no Distrito de Nova Bilac
  • 29/01/2019 - Itaipu reitera a segurança da sua barragem
  • Endereço Rua Lord Lovat, 500 - Centro Nova Esperança-PR | CEP: 87600-000 Fone: (44) 3252-1177
    Desenvolvimento Hnet Sistemas