44 3252-1177

[email protected]

Estimativa de produção em torno de 170 sacas por alqueire:

A Prefeitura de São Jorge do Ivai em parceria com Instituto EMATER realizaram no dia 18 de janeiro o Dia de Campo intitulado “SOJA PRÁ MAIS DE METRO”. Este evento veio para consolidar definitivamente o trabalho desenvolvido no município na área de monitoramento de pragas e doenças nas culturas de soja e milho, que por sinal São Jorge do Ivai, representado pelo prefeito André Luis Bovo, recebeu importante premiação em Curitiba pelo Sindicato dos Auditores da Receita Estadual do Estado do Paraná, denominado Prêmio Gestor Público (PGP). Dentre os apoiadores do evento, estiveram presentes o SICREDI União PR/SP e o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de São Jorge do Ivai.


 


“Soja prá mais de metro”, esse título faz referência à plantação de soja da propriedade dos irmãos Edvaldo e Edmar Gomes, onde foi realizado o Dia de Campo que está com comprimento acima de um metro, com potencial produtivo que está intrigando os agricultores do município.



O Dia de Campo contou com duas estações onde foi demonstrada a importância da rotação de culturas de inverno na qualidade do solo e o monitoramento de doenças e pragas na cultura da soja. Participaram do evento 30 produtores, sendo estes dos municípios de Ourizona, Floresta e São Jorge do Ivaí.



A estação de rotação de culturas demonstrou a necessidade de se diversificar os plantios de inverno, buscando o plantio de pelo menos 20 % da área com outra cultura que não seja milho safrinha, pois somente este sistema que está sendo adotado pelos produtores, tem levado ao empobrecimento da biologia do solo. Além disso esta estação tratou da compactação do solo que está levando as lavouras a produzirem menos e a sofrerem mais com falta de água e altas temperaturas. De acordo com o Engenheiro Agrônomo Eduardo Henrique Lima Mazzuchelli, do Instituto Emater, que coordenou a estação de rotação, “a baixa produtividade que estamos tendo nas lavouras este ano, não se deve apenas ao evento da seca que castigou as plantações, mas principalmente ao manejo incorreto do solo, que propiciou ao aumento da compactação e à diminuição de palhada e microbiologia pelos anos sucessivos do sistema soja-milho safrinha. Se não diversificar pelo menos no cultivo do inverno, a situação tende a piorar.”



Na estação sobre monitoramento de doenças e pragas da soja, o Engenheiro Agrônomo Claudinei Antonio Minchio, do Instituto Emater, a previsão de que este ano seria pouca ou nenhuma ferrugem no campo se confirmou. De acordo com os resultados da leitura das lâminas instaladas nos três coletores de esporos instalados em São Jorge do Ivai, não houve detecção dos esporos, e conseqüentemente, não foi recomendada a aplicação de fungicidas. “Teve produtor que já efetuou 4 aplicações de fungicidas. Nós até o momento não recomendamos nenhuma aplicação.”



No caso dos percevejos da soja também se explicou que em áreas monitoradas por armadilhas para a captura de percevejos, pode indicar alta presença de inimigos naturais, que reduziram as populações de percevejos sem que o agricultor necessitasse entrar com a aplicação de inseticida. O controle biológico de pragas tem sido eficiente nas lavouras, com a presença de diversos tipos de parasitóides de percevejos, tanto na fase adulta, como na fase de ovos.



No dia de campo os agricultores puderam perceber que as aplicações desnecessárias de fungicidas tenderam a aumentar a população de percevejos da soja, por isso o monitoramento tem que ser integrado, doenças e pragas.



O dia de campo teve um debate maior entre produtores e técnicos presentes, de forma direta e clara e ficou evidente entre todos eles que o campo onde se realizou o evento está excelente, com estimativa de produção em torno de 170 sacas por alqueire. Num ano atípico como esse, com seca prolongada e temperaturas elevadas, o que foi visto demonstrou que muita coisa tem que ser melhorada.



Fonte: Jornal O Regional
Mais Notícias:
  • 09/07/2019 - R$ 2 milhões de reais para a reconstrução da ponte...
  • 09/07/2019 - São Jorge do Ivaí lança Projeto Caminhos do Som
  • 09/07/2019 - Uniflor e Florestópolis estão na semi final do Ama...
  • 09/07/2019 - Nova Esperança assina contrato de financiamento pa...
  • 09/07/2019 - Chega ao final a 3ª Copa Delziro Delazari de Futeb...
  • 02/07/2019 - X Caminhada na Natureza - Circuito Festa do Milho,...
  • 02/07/2019 - Jogos Escolares do Paraná Fase Regional 2019
  • 02/07/2019 - A turma do EJA da Escola Municipal Flávio Sarrão d...
  • 02/07/2019 - São Jorge do Ivaí incentiva a permanência do homem...
  • 02/07/2019 - 13º Encontro da Agricultura Familiar de Colorado
  • 02/07/2019 - Prefeitura de Inajá apresenta 3 novos projetos ur...
  • 02/07/2019 - Nishimori participa de encontro do G20 no Japão
  • 02/07/2019 - “Pingo” - Ex-prefeito de Ourizona morre enquanto d...
  • 02/07/2019 - Marialva terá a primeira sede própria do Conselho...
  • 02/07/2019 - Santa Inês, Colorado e Santo Inácio recebem Vans ...
  • 02/07/2019 - Atletas de Santo Inácio disputam Kickboxing em Ca...
  • 25/06/2019 - Delegacia Fluvial de Presidente Epitácio (SP) real...
  • 25/06/2019 - Jardim Shangri-lá, o bairro mais antigo de Nova Es...
  • 25/06/2019 - Ângulo promove passeio para o Grupo Reviver, da Te...
  • 25/06/2019 - Entrega de Braçais e Boinas aos monitores e atirad...
  • 25/06/2019 - Itaguajé revive a cultura algodoeira
  • 25/06/2019 - União entre povos é objetivo principal da Festa d...
  • 25/06/2019 - Dia de Campo em São Jorge do Ivaí destaca a import...
  • 18/06/2019 - 176 novas casas do Residencial Vila Rica de Floraí...
  • 18/06/2019 - Melhorias no KM 01 da Rodovia PR-464 que liga Inaj...
  • 18/06/2019 - Dinossauro “REX” vira “celebridade” em São Jorge d...
  • 18/06/2019 - Floraí é Bi-Campeão e Cruzeiro do Sul é Vice-Campe...
  • 11/06/2019 - De 14 a 19 de junho, Nova Esperança sediará a pri...
  • 11/06/2019 - Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE) implanta ...
  • 11/06/2019 - Castelo de Maringá vai realizar festa Julina
  • Endereço Rua Lord Lovat, 500 - Centro Nova Esperança-PR | CEP: 87600-000 Fone: (44) 3252-1177
    Desenvolvimento Hnet Sistemas