44 3252-1177

contato@oregionaljornal.com.br

Agricultores de São Jorge do Ivaí participam de segunda etapa do curso sobre produção de Bokashi:

Os produtores de São Jorge do Ivaí estão buscando alternativas viáveis para uma agricultura sustentável, que possibilite diminuição no custo de produção, melhor qualidade do produto e menor dano ambiental. Atenta a esta tendência, o Instituto Emater de São Jorge do Ivaí vem coordenando o primeiro curso no município sobre a produção do biofertilizante Bokashi. 


 


Segundo o Engenheiro Agrônomo da Emater, Claudinei Antonio Minchio, o objetivo do curso é trazer para o agricultor todos os detalhes desde a história, como a produção e a utilização do Bokashi. O instrutor do curso é o agricultor Antonio Freire Munhoz (o conhecido Toni Munhoz) que há muito tempo tem trabalhado com o Bokashi, tendo dominado a técnica de produção e que se dispôs gentilmente a compartilhar com todos os participantes do curso de forma gratuita, o seu conhecimento.



O Toni foi buscar na Universidade Federal de Viçosa a fonte teórica para a produção de Bokashi e a partir daí passou a produzir na sua propriedade o EM. Muitos agricultores do município visitam a propriedade e observam claramente os efeitos da aplicação do Bokashi na lavoura de tomate cultivado sob estufa, onde o Toni até agora não aplicou uma gota de agrotóxico, com uma excelente expectativa de produção.



O curso foi dividido em três etapas: a primeira iniciou no dia 20 de outubro onde se discutiu os aspectos históricos da produção e uso do Bokashi. A segunda etapa aconteceu no dia 16 de novembro. Nesta etapa os agricultores instalaram a campo as armadilhas para captura dos fungos regeneradores (benéficos), importantes para a produção do EM, que nada mais é do que o “fermento” base para a produção do Bokashi.



As armadilhas basicamente compostas por arroz cozido, no ponto de “papa”, sem sal, colocado em caixas de madeira ou mesmo bambu cortado ao meio e instaladas sobre o solo de mata nativa. Os fungos necessários para a formação deste fermento existem naturalmente no solo da mata. Após aproximadamente 12 dias, os agricultores recolherão as armadilhas e irão verificar que tipo de fungo que se desenvolveu no substrato de arroz. A partir daí serão selecionados para a composição do fermento.



Os agricultores conseguem visualizar os fungos que ficam por debaixo das folhas que estão decompondo por baixo das árvores e percebem a riqueza que é para uma propriedade ter uma área de mata nativa que ele possa capturar estes fungos e produzir o Bokashi.



Cada propriedade pode produzir um tipo de Bokashi; cada mata tem tipos específicos de fungos. Existe uma biodiversidade que deve ser acompanhada com atenção e respeito e que pode ajudar muito os agricultores a aperfeiçoarem sua produção sem agredir tanto o meio ambiente.



A idéia é simples e vem aumentando cada vez mais o número de adeptos que estão preocupados com a questão ambiental e de pessoas que querem se alimentar de produtos livres de contaminantes químicos. Para os agricultores, em momentos de baixos preços dos produtos agrícolas, pode ser uma estratégia importante na diminuição do custo de produção e no descobrimento da importância de se deixar um componente florestal nativo na propriedade para a preservação desses fungos.



A expectativa é grande. O cuidado com todos os detalhes da produção, a atenção ao método da produção do Bokashi faz com que o grupo todo que está participando do curso esteja firmemente envolvido com o desvendamento da tecnologia e sua aplicação. Todas as atenções agora estão voltadas para a realização da terceira etapa, que será a seleção dos fungos. Prevista para acontecer no dia 28 de novembro, os agricultores irão separar os fungos benéficos dos maléficos capturados nas armadilhas instaladas na mata. A partir daí passarão a produzir o fermento natural para a produção do Bokashi.



Além do Instituto Emater de São Jorge do Ivaí, o curso tem o apoio da Prefeitura Municipal de São Jorge do Ivaí, através da Secretaria de Meio Ambiente e da Cooperativa SICREDI União PR/SP.



Fonte: Jornal O Regional
Mais Notícias:
  • 22/05/2018 - Estrada 50 alqueires recebe pavimentação com pedra...
  • 22/05/2018 - Agricultoras de Paiçandu participaram do VII Encon...
  • 22/05/2018 - Nova Esperança recebe investimentos na área de saú...
  • 22/05/2018 - Floraí no Campeonato Amador Veterano 2018
  • 22/05/2018 - Palestra alusiva ao Dia Nacional de Combate ao Abu...
  • 22/05/2018 - Estórias e Histórias que se aprende num ‘‘happy ho...
  • 22/05/2018 - Quer chegar aos 100 anos?   Conheça o pensamento d...
  • 22/05/2018 - Um ar de saudosismo impera em Nova Esperança
  • 08/05/2018 - Governadora Cida em Colorado, libera recursos para...
  • 08/05/2018 - Paróquia Nossa Senhora de Lourdes festeja 60 anos ...
  • 08/05/2018 - 133 novas casas serão construídas em Nova Esperanç...
  • 08/05/2018 - Padre Reginaldo Manzotti vem à Paranacity
  • 08/05/2018 - São Jorge do Ivaí presença viva no Governo Estadua...
  • 07/05/2018 - TORNEIO DO TRABALHADOR FLORAÍ
  • 07/05/2018 - Como foi o Dia do Trabalhador em Floresta
  • 07/05/2018 - Santo Inácio recebe dois ônibus para a saúde
  • 01/05/2018 - Grupo de Ciclistas “Perna e Pedal” de Paranapoema...
  • 01/05/2018 - Prefeitos e Vereadores lutando para elevar o munic...
  • 01/05/2018 - Festa da Capela de Nova Bilac Distrito de Floraí ...
  • 01/05/2018 - APAN Maringá termina Sul-Brasileiro de Natação na ...
  • 01/05/2018 - Prefeitura de Paiçandu inaugura UBS Bela Vista
  • 01/05/2018 - Equipes de Gateball de Cruzeiro do Sul sagram-se ...
  • 24/04/2018 - Prefeitura de Ângulo entrega chaves aos proprietár...
  • 24/04/2018 - Floresta sedia Encontro de Gestores
  • 24/04/2018 - Marcos Traad: Apresenta Livro e anuncia disposição...
  • 24/04/2018 - Cooperativa dos Recicladores de Mandaguaçu com mui...
  • 24/04/2018 - Entrega dos Kits Escolares e dos Kits dos Professo...
  • 24/04/2018 - Prefeitura de Ângulo inaugura Academia ao ar livre...
  • 24/04/2018 - 1º circuito bike 32km em Floraí
  • 24/04/2018 - Colégio Estadual Padre Montóia de Jardim Olinda in...
  • Endereço Rua Lord Lovat, 500 - Centro Nova Esperança-PR | CEP: 87600-000 Fone: (44) 3252-1177
    Desenvolvimento Hnet Sistemas