44 3252-1177

contato@oregionaljornal.com.br

Aos 98 anos, pioneiro de Santa Inês e suas fantásticas histórias e estórias:

Há um ar de saudade em seu olhar, mas bastam alguns minutos de prosa, para que aquele olhar saudoso dê lugar a uma fisionomia de felicidade e do dever cumprido. Seu Nego, um jovem senhor de 98 anos de idade. Francisco Ferreira Lima, como todo bom pernambucano, igual aos nordestinos em sua maioria, de sorriso fácil e guardador de tantos causos, recebe quem o vai visitar, com toda alegria e cordialidade.



Sua prosa mansa cativa a quem o ouve e os causos são dignos dos melhores romances de qualquer escritor brasileiro.
Difícil não prestar atenção quando ele fala de Lampião, o Rei dos Cangaceiros, personagem marcante da história brasileira. Segundo ele, o Lampião, de nome Virgulino não metia medo nas pessoas, até porque muitos o ajudavam, dando pouso e comida para todo o bando e ainda emprestando os próprios cavalos para que o grupo seguisse viagem. Conforme voltavam das viagens, sabe-se lá onde, destrocavam os animais. No entender do pioneiro, o problema poderia acontecer, quando alguém se negava a receber o bando, dando abrigo, pois Lampião se zangava.



Nascido em Ipubi no Pernambuco, onde se casou ainda jovem com dona Raimunda Sebastiana, com quem viveu até 2016, quando ela partiu para além desta vida. O jovem casal saiu de Ipubi, para Tarabai no Estado de São Paulo, que naquele tempo era Nova América.



Para muito em Santa Inês onde mora atualmente, Tio Nego, narra a viagem como se tivesse acontecido recente:
“Saímos de Ipubi até Juazeiro, onde pegamos um Vapor. (barco que é impulsionado por um motor a vapor que aciona rodas na água) e navegamos pelo Rio São Francisco por 11 dias até Pirapora em Minas Gerais”. Nesta viagem ele conta que perdeu uma filha, ainda bebê que veio a falecer ainda no barco.



E isso o deixa com uma tristeza muito clara em sua face, porque tiveram que “apoitar” o Vapor e proceder o enterro do bebe que nunca mais foi localizado. Tio Nego, da uma pausa, engole grosso e mesmo com voz embargada continua: “De Pirapora (MG) até a capital de “SUM PAULO” ,São Paulo, viemos de pau-de-arara; um caminhão com tábuas de madeira que serviam como bancos. De São Paulo a Presidente Prudente, viemos de trem. Corria o ano de 1950 e chegamos a Santa Inês. O local que nos abrigou, não tinha nada, fizemos um galpão de coqueiro, tapado com barro e esta foi a nossa primeira morada.



A comida era adquirida na cidade e o pagamento era feito por ocasião da colheita, que primeiro plantamos hortelã por dois anos, depois algodão, amendoim, mamona, até finalmente plantarmos café”
Em 1982 mudou-se com sua mulher para a cidade, para desfrutar o conforto do descanso merecido com filhos, netos, bisnetos e tataranetos.



Um desabafo sobre o Rio São Francisco; “Era ouvir dos muitos que estavam juntos, a criatividade do meu povo em criar poemas, não tive esta facilidade, fiquei muito abalando com a perda e vim para o trabalho, respeitando aquela vidinha que lá deixei”. Atualmente a vida está calma, Tio Nego,sente muito a falta da esposa, mas que se sente feliz porque a felicidade está nas pequenas coisas e nos amigos que param na sua casa para ouvir histórias de um passado não muito distante, mas um passado limpo e cheio de amor.



Fonte: Jornal O Regional
Mais Notícias:
  • 17/07/2018 - Fundação da COPENE em Nova Esperança
  • 17/07/2018 - Itaguajé: Futebol, Rodeio, Pesca e Arte
  • 17/07/2018 - Colorado: uma noite de plena cultura
  • 17/07/2018 - Câmara faz homenagem aos Atletas de Floraí
  • 17/07/2018 - Delegações são recepcionadas com festa na abertura...
  • 17/07/2018 - Mandaguaçu adquiri nova circular municipal
  • 10/07/2018 - Cruzeiro do Sul entrega várias obras à população ...
  • 10/07/2018 - Diplomação e Posse do Parlamento Jovem em Colorad...
  • 10/07/2018 - Em Assembléia, moradores de Inajá definem projeto ...
  • 10/07/2018 - APAVI promove Encontro Técnico na Avícola de Postu...
  • 10/07/2018 - Terminal Rodoviário de Mandaguaçu é reinaugurado  
  • 10/07/2018 - Inaugurada Ponte sobre o Rio Ivaí beneficiando di...
  • 10/07/2018 - Duplicação da PR 317 entre Maringá e Iguaraçu
  • 27/06/2018 - Hospital Santa Clara de Colorado passa para 101 le...
  • 27/06/2018 - Tabelionato de Notas de Nova Esperança muda de end...
  • 27/06/2018 - Nova Esperança é destaque no esporte em todo o Par...
  • 27/06/2018 - Jornais do interior ajudam encaminhar demandas da...
  • 27/06/2018 - Show de Inauguração da UBS de Uniflor
  • 22/05/2018 - Estrada 50 alqueires recebe pavimentação com pedra...
  • 22/05/2018 - Agricultoras de Paiçandu participaram do VII Encon...
  • 22/05/2018 - Nova Esperança recebe investimentos na área de saú...
  • 22/05/2018 - Floraí no Campeonato Amador Veterano 2018
  • 22/05/2018 - Palestra alusiva ao Dia Nacional de Combate ao Abu...
  • 22/05/2018 - Estórias e Histórias que se aprende num ‘‘happy ho...
  • 22/05/2018 - Quer chegar aos 100 anos?   Conheça o pensamento d...
  • 22/05/2018 - Um ar de saudosismo impera em Nova Esperança
  • 08/05/2018 - Governadora Cida em Colorado, libera recursos para...
  • 08/05/2018 - Paróquia Nossa Senhora de Lourdes festeja 60 anos ...
  • 08/05/2018 - 133 novas casas serão construídas em Nova Esperanç...
  • 08/05/2018 - Padre Reginaldo Manzotti vem à Paranacity
  • Endereço Rua Lord Lovat, 500 - Centro Nova Esperança-PR | CEP: 87600-000 Fone: (44) 3252-1177
    Desenvolvimento Hnet Sistemas