44 3252-1177

contato@oregionaljornal.com.br

Prefeito Marcos Mello articula a vinda de Frigorífico de Peixe para a região:

Aconteceu na tarde da quinta-feira, dia 30/03, no auditório da Casa da Cultura de Colorado o 1º Encontro da Cadeia do Pescado Regional uma reunião para apresentação do projeto que viabiliza a construção de Frigorífico de Processamento de Peixe na região.
A implantação beneficiará piscicultores da região num raio de até100 kms. Participaram do encontro, mais de 90 pessoas entre prefeitos, vereadores, técnicos da Emater, produtores rurais, Associação Comercial, Sindicatos entre outros interessados em fomentar a aqüicultura na região.



O Prefeito anfitrião Marcos Mello ao abrir o encontro, apresentou o deputado federal Nelson Padovani, responsável em alocar os recursos junto ao Ministério da Pesca (à Fundo Perdido), inicialmente na ordem de 14 milhões para a construção do Frigorífico e o gestor ambientalista Claudio Martins de Pinho ex-funcionário do Ministério da Pesca, responsável pela elaboração do projeto do frigorífico este, que fez apresentação, explanação e quais serão os benefícios desse tipo de atividade do agronegócio. Para ele, cria-se uma Cooperativa público-privado comunitário que em sistema integrado de engorda, abate, industrializa e comercializa o pescado.



Com a aprovação do projeto para a construção do frigorífico vinda de todos os representantes em uma segunda reunião, o próximo passo é ir junto ao Ministério da Pesca e Aqüicultura em Brasília, concretizar a vinda destes recursos para a construção do negócio. “Nosso objetivo é ainda neste primeiro semestre apresentar em Brasília o projeto do Frigorífico. Nossa administração está à disposição e auxilia no que é preciso para que o projeto se concretize. Trazendo o frigorífico para a região aumentamos o lucro dos produtores e incentivamos ainda mais a produção do pescado na região, como por exemplo levando o consumo de peixe na Merenda Escolar”, ressalta Marcos Mello. 


 


No 1º Encontro da Cadeia do Pescado Regional, a micro-região de Colorado deve receber até o final do ano um projeto diferenciado que vai alavancar o segmento de piscicultura de Tanque Escavado, não sendo obrigatório a Concessão de Garantia Real do lote do criador de peixe, póis os recursos serão a fundo perdido, e um frigorífico de processamento de Peixe está sendo estimulado ofertando emprego e renda.



O projeto do empreendimento partiu de uma sugestão do Prefeito de Colorado Marcos Mello que iniciou os trâmites legais para dar início à obra. O evento foi realizado na 5ª feira (dia 30) na Casa da Cultura, numa tarde/noite de campo quando os presentes assistiram a apresentação em transparência, desde a escavação dos tanques, a despesca, (retirada do peixe de cativeiro) abate, processamento e aproveitamento de resíduos da filetagem de tilápias.



A exclusividade do abate de peixes de água doce na região também nasce com a chegada na formação de um Consórcio entre municípios num raio de até 100 kms. De acordo com o projeto os produtores terão a oportunidade de vender o pescado durante todo o ano, aumentar a produção e até entrar na atividade, que hoje é uma das mais lucrativas dentro da produção de alimentos.



O carro-chefe será a comercialização de filé de peixe para supermercados e restaurantes do estado e também para a merenda escolar nos municípios consorciados. Um dos grandes diferenciais do produto será a chegada do peixe vivo ao abate. Os peixes serão depositados em um tanque de depuração por 24 horas para eliminar qualquer tipo de impureza que possa vir a existir. “Isso gera mais qualidade, com uma carne mais branca, firme e com um sabor melhor”, justifica Claudio Martins Pinho, ex-assessor do Ministério da Pesca responsável pelo projeto e pela palestra, que repassou conhecimento sobre o cultivo do pescado em cativeiro; hoje a região só tem comercialização para o setor gastronômico, no tipo “Pesque e Pague”. Com o aumento na demanda ao pescado, as empresas de menor porte que atuam nessa cadeia produtiva devem se associar para aumentar sua capacidade produtiva e buscar formas de atender novos mercados.



E projeções apontam incremento no setor
O prefeito de Colorado propõe implantar um programa regional de Desenvolvimento da Aqüicultura com objetivo de incentivar o produtor rural. Na prática, serão promovidas ações de apoio e incentivo à piscicultura na fase de implantação. De acordo com ele, o apoio será na construção e reforma de tanques/viveiros escavados visando aumentar a produção de peixes e agregar renda aos produtores rurais. “Hoje cerca de 90% dos produtores da região são agricultores familiares e o projeto vem complementar a renda dessas pessoas”. Disse.



Para o prefeito, como a demanda do consumo de peixe vem crescendo, espera-se que a produção seja grande produtora, e com isto, parte da produção regional do pescado pode ser destinada para a merenda escolar, contribuindo para melhorar da qualidade de atendimento das crianças. A outra parte pode ser comercializada na própria região, ou vendida para centros maiores e cooperativas daí a necessidade de se edificar um frigorífico para abate do pescado, que vai oferecer novos emprego e renda para a região.


 


Segundo explica Marcos Mello, os recursos são a fundo perdido e os criadores de peixe, estarão livre de hipotecarem suas propriedades. O sistema de criação será integrado e o consórcio fornecendo os alevinos e a ração, sem qualquer Garantia Real que venha a bloquear no sistema financeiro a propriedade rural do criador.



O deputado Nelson Padovani à disposição dos consorciados, para realizar esta integração, dando poder de viabilizar a produção do pescado, especialmente nos tempos atuais que o Brasil tem quase 13 milhões de desempregados e necessitando pensar no futuro.


 


Sabendo que o agronegócio com a produção de alimentos é a grande saída para o país e esta região tem como desenvolver uma integração na produção e industrialização do pescado, porque temos as terras e os melhores trabalhadores do agronegócio.



“Tenho percorrido diversas regiões do estado, conhecendo as demandas de cada município e ouvindo pedido dos prefeitos, que estão carentes de recursos em áreas como a saúde pública, infraestrutura urbana e rural. Estive na Festa do Peão de Boiadeiro, oportunidade em que o prefeito Marcos Mello com quem conversei bastante a respeito e senti o clamor da região. Foi uma boa oportunidade para explanar o trabalho que estamos realizando em prol do Paraná”. Também falou das verbas liberadas a municípios da região e de seu trabalho como relator da subcomissão destinada a propor medidas de combate ao endividamento agrícola brasileiro.



Lembra ainda que as novas gestões estão diante de grandes desafios para enfrentar, especialmente no que se refere à gestão de recursos. “Hoje vivenciamos uma situação inédita no País, de limitação de gastos públicos, proveniente da PEC 241. Nossa vinda aqui é para nos colocarmos à disposição desse projeto, para atender a região em Brasília, e dizer aos senhores que nós vamos trabalhar e muito. Já fizemos aqui grandes contatos, consegui entender os problemas da região e o Marcos Mello eu tenho certeza, será mais uma vez a grande revelação à frente da Prefeitura de Colorado. Primeiro pela sua simplicidade, e também por sua vontade de administrar, que é um talento que ele tem”, destacou.



Em seguida, Cláudio Martins demonstrou as possibilidades de implantação do projeto, dando exemplos de como os municípios podem ser parceiros criando um cenário favorável para o sucesso, comparando que o peixe hoje é o novo “pré-sal” do Brasil. Martins, indicou direções a serem tomadas para o que teoricamente seria o mais complicado, que é a comercialização da produção, sugerindo que primeiramente os prefeitos utilizem o peixe como principal prato das merendas escolares, venda direta e aproveitamento do couro e das espinhas, gerando mais lucro para o produtor, mais renda para as prefeituras com aumento do ICMS e preço menor para o consumidor.



Fonte: Jornal O Regional
Mais Notícias:
  • 29/05/2017 - Ônibus escolar é destruído pelo fogo em estrada ru...
  • 29/05/2017 - Revitalização do ginásio de esportes de Itaguajé
  • 29/05/2017 - Obras de pavimentação asfáltica em Cruzeiro do Sul
  • 29/05/2017 - Alunos da Rede Municipal de Ensino de Paranapoema ...
  • 29/05/2017 - Marcos Mello ganha recursos importantes para Color...
  • 29/05/2017 - PROJETO OURIZONA SAUDÁVEL
  • 29/05/2017 - Vovó Tortona em Presidente Castelo Branco
  • 29/05/2017 - Homenagem ao Dia das Mães de Paranapoema
  • 29/05/2017 - ASSITÊNCIA SOCIAL DE INAJÁ PROMOVE SEMANA DE AÇÕES...
  • 22/05/2017 - Investimento da Sanepar em Santa Inês ultrapassa R...
  • 22/05/2017 - Congresso técnico JEPs - Fase regional em Floraí
  • 22/05/2017 - Paraná aprova Lei Estadual que proíbe uso indevido...
  • 22/05/2017 - Dia do Trabalhador é celebrado com eventos e sorte...
  • 22/05/2017 - CRAS de Santa Inês realiza ações na Semana de 18 d...
  • 15/05/2017 - Com 272 casas em obras, Cohapar e prefeitura discu...
  • 15/05/2017 - Terceira Idade de Ourizona divulga Festa do Milho...
  • 15/05/2017 - Feira da Lua: uma nova história em Santo Inácio
  • 15/05/2017 - Santo Inácio assina convênio com Estado para refor...
  • 15/05/2017 - CMEI Menino Jesus e CMEI de Nova Bilac comemoram o...
  • 15/05/2017 - Campanha do agasalho 2017 em Floraí
  • 15/05/2017 - Floraí participa de Copa Alto Paraná
  • 15/05/2017 - Rodeio na Estância Três Meninas de Santa Inês
  • 15/05/2017 - Festival do Trabalhador em Ourizona
  • 08/05/2017 - Duplicação da PR-317
  • 08/05/2017 - Paranapoema Comemora o Dia do Trabalhador com Gran...
  • 08/05/2017 - Equipe Máster do Corinthians 3 x 1 Santo Inácio
  • 08/05/2017 - Santa Inês realiza 2ª Prova de Laço
  • 08/05/2017 - Escola Elena Maria antecipa comemoração do dia da...
  • 08/05/2017 - Dupla Colorado ganha Medalhas de “OURO” no Kung Fu...
  • 08/05/2017 - “Dia do Sim” em Paranacity, Cruzeiro do Sul e Inaj...
  • Endereço Rua Lord Lovat, 500 - Centro Nova Esperança-PR | CEP: 87600-000 Fone: (44) 3252-1177
    Desenvolvimento Hnet Sistemas